Últimas Notícias

No dia mundial do meio ambiente, Sindifiscal e Lions se unem a alunos do IFTO em visita a aterro sanitário de Palmas

05/06/2019 19h57 - Atualizado em 05/06/2019 21h14

No dia mundial do meio ambiente, quarta-feira (5), o SINDIFISCAL acompanhou a visita dos alunos do curso de Meio Ambiente do Instituto Federal do Tocantins, campus de Paraíso, ao Aterro Sanitário de Palmas. O sindicato também apoiou o Lions Clube de Palmas na realização de um café da manhã para os visitantes e funcionários do aterro. A visita foi prestigiada pelo Procurador Geral do Estado, Nivair Vieira Borges, e guiada pelo engenheiro civil e responsável técnico pelo aterro(de fato), João Marques, que também é presidente do Lions Clube, e pelo economista e gestor de resíduos sólidos, Adelúzio Azevedo.


"O que me marcou foi o fato de trazer novos alunos do meio ambiental para ver de perto algo que eles não conheciam. É um adendo ao conhecimento. Realizar esse encontro no dia do meio ambiente, para nós é muito significativo. Para isso, tivemos ajuda de vários parceiros, inclusive o SINDIFISCAL", pontuou o engenheiro civil, João Marques.


"Nós estamos formando técnicos em meio ambiente. Eles costumam aprender sobre o funcionamento do aterro sanitário, sobre as formas corretas de disposição do resíduo. E aqui eles conseguem ver tudo isso na prática", enfatizou a professora do curso de Meio Ambiente do IFTO, Karine Beraldo.




 Adelúzio Azevedo falou da importância de relacionar o tratamento dos resíduos sólidos com boas práticas de consumo. "O mais importante de tudo é o consumo consciente, que visa à diminuição da produção de lixo. E isso só se faz com educação", frisou.


Para o presidente do SINDIFISCAL, João Paulo Coelho, o aterro sanitário de Palmas é exemplo do bom uso dos recursos públicos arrecadados. "É muito bom ver que os recursos arrecadados estão sendo bem empregados. Hoje nós tivemos um entendimento claro de como os resíduos são tratados aqui, de forma organizada e sustentável, e isso é possível através dos recursos públicos arrecadados pelo Estado e repassados às prefeituras", finalizou. (Confira cobertura de fotos)