Últimas Notícias

Peregrinação pelo Executivo e Assembleia Legislativa resultam em agendamento de reunião com Secretário da Fazenda

20/03/2019 22h56 - Atualizado em 21/03/2019 08h43

Audiência será nesta quinta-feira, 21. (A foto ao lado registra conversa com o deputado Elenil da Penha - MDB)



O trabalho da diretoria do Sindifiscal marcou a rotina da Assembleia Legislativa, Palácio Araguaia e Secretaria da Fazenda, nesta quarta-feira(20). Pela manhã o presidente João Paulo Coelho, o vice-presidente, Floriano Gonzaga e o diretor Jurídico, Divaldo Andrade visitaram Casa Civil, Secretaria de Governo, Secretaria de Articulação Política, e o gabinete do deputado Ivory de Lira (PPL), além da passagem pela Sefaz. Os sindicalistas terminaram o dia no corpo-a-corpo com os deputados estaduais, tratando das alterações em curso na Administração Tributária. O saldo da peregrinação foi o agendamento de reunião com o secretário da Fazenda para às 15h, desta quinta-feira(21).


Aproveitando a presença de Armando no parlamento para tratar do Orçamento, os dirigentes do Sindifiscal aguardaram até o fim de sua permanência na sala VIP do plenário, para conseguir o agendamento de audiência que será acompanhada pelos deputados Fabion Gomes (PR) e Nilton Franco (MDB).

     Foto: Ascom/Com o presidente da AL, Antonio Andrade (PHS)

Durante o diálogo com os deputados, o trabalho foi convencer dos prejuízos ao Estado causados pelo fechamento das Delegacias Regionais, entre outras outras medidas. “Diminuir a presença do Fisco é facilitar a sonegação de impostos”, disse o presidente João Paulo Coelho ao deputado Elenil da Penha (MDB).      

                                                                                                                        Foto: Com o deputado Nilton Franco (MDB)      

Uma reunião com o presidente da Assembleia, Antonio Andrade (PHS) e outra com a deputada Amália Santana (PT) devem ocorrer também nesta quinta-feira (21).
 

Outro pleito do Sindifiscal é uma reunião com o governador Mauro Carlesse para manifestar a insatisfação da categoria com as mudanças anunciadas pela Superintendência de Administração Tributária.